Com apenas seis anos de idade, Jaden Hayes viveu por duas vezes a experiência mais dolorosa que uma criança pode ter. O garoto, morador de Savannah, cidade situada no estado norte-americano da Georgia, perdeu o pai aos quatro anos e, poucos meses depois, a mãe faleceu inexplicavelmente enquanto dormia.

Essa triste história começou a tomar um novo rumo quando Jaden disse à sua tia, Barbara DiCola – que assumiu sua guarda após a morte dos seus pais -, que estava doente, cansado de ver as pessoas tristes e que tinha um plano para resolver isso: distribuir brinquedos para pessoas no centro da cidade em troca de um sorriso.

As pessoas reagem com grande surpresa à oferta do garotinho, que lhes dá um brinquedo sem esperar nada em troca, apenas um sorriso. O resultado é que, na maioria das vezes, Jaden ganha não só um sorriso, mas também um caloroso abraço.

Além de fazer as pessoas se sentirem bem, a forma carinhosa com que respondem a Jaden está fazendo maravilhas pelo garoto. “É como se a uma alegria pura brotasse desse garoto e quanto mais as pessoas sorriem para ele, mais essa luz brilha” – disse Barbara.

“Ainda me sinto triste por minha mãe”, diz Jaden que, embora nada vá suprir a falta de seus pais, encontrou no poder de fazer estranhos sorrirem um propósito.

O garoto tem como meta “alcançar 33 mil sorrisos” e, quando questionado se realmente poderá alcança-la, responde: “acredito que sim”.

O pequeno Jaden nos ensina que, por maior que sejam as dificuldades e as tristezas de nossa vida, é possível transformar tudo isso em um propósito maior. Quando fazemos isso, encontramos um novo sentido para nossa existência e, embora não seja possível reverter os acontecimentos pelos quais passamos, podemos reencontrar a felicidade alimentando nosso coração com um nova luz.

Fonte: cbsnews.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Publique seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui