A poluição é um problema em todo grande centro urbano, assume contornos críticos na China, onde o processo de industrialização ocorreu de forma rápida e um tanto descontrolado. Para ajudar na redução desse problema, o arquiteto italiano Stefano Boeri anunciou a construção de duas torres em Nanjing, no distrito chinês de Pukou, que serão cobertas de arbustos em cascata e vegetação (ilustração acima). As torres já estão sendo tratados como verdadeiros “bosques verticais”.

Serão mais de 2.500 plantas e 1.000 árvores transbordando das fachadas dos edifícios e, de acordo com com Boeri, a vegetação irá ajudar a “regenerar a biodiversidade local, proporcionando 25 toneladas de absorção de CO2 por ano e produzir cerca de 60 quilos de oxigênio por dia”.

As torres poderão ter de 100 a 200 metros de altura e disporá de espaço para abrigar um apart-hotel, escritórios corporativos, restaurantes e salas de exposições. A conclusão da construção está prevista para 2018.

Bosques verticais

O arquiteto Stefano Boeri já ergueu uma torre como a que ele propõe para os chineses em Milão, Itália. O edifício teve a construção iniciada em 2009 e concluída em 2014 e você pode confeirir um pouco mais sobre ele no vídeo abaixo.

Participe!

E você, acha que cairia bem um prédio como esse em grandes centros brasileiros como São Paulo e Rio de Janeiro? Gostaria de morar em um edifício assim? Participe com seus comentários

Saiba mais

Sobre o arquiteto Stefano Boeri e seus bosques verticais:
https://www.stefanoboeriarchitetti.net/en/portfolios/bosco-verticale/

DEIXE UMA RESPOSTA

Publique seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui